Vendedora de moda: saiba como criar uma marca pessoal

Na venda de moda atacado pela internet, existem vários fatores que não são tão intuitivos, mas que impactam bastante no resultado das vendas e na forma como os clientes ou clientes em potencial percebem a sua marca. No post de hoje trazemos dicas imperdíveis para vendedoras sobre como criar uma marca pessoal e impulsionar ainda mais os negócios online

Precisamos falar sobre branding…

Ouvimos muito falar sobre branding no marketing digital, mas parece haver sempre muita confusão a respeito do que esse termo significa. De acordo com Seth Godin, autor renomado da área de Marketing:

“Uma marca é um conjunto de expectativas, memórias, histórias e relacionamentos que, juntos, são responsáveis por fazer o consumidor escolher um produto ou serviço em vez de outro”

E é nesse contexto que entra o conceito de branding, que se trata principalmente de tudo o que envolve a gestão de uma marca, e vai desde a criação de uma identidade visual, nome da empresa, símbolos que remetem aos valores da marca e seus produtos, além de outros elementos que servem para gerar sentimentos e reconhecimento junto a um público específico.

Quando você e sua imagem pessoal representam uma empresa, é muito importante ter em mente como criar uma marca pessoal que comunique isso de um jeito apropriado.

O que é branding pessoal?

Ao aplicar os conceitos de branding a uma marca pessoal, ou seja, buscar construir uma boa percepção de quem você é para um público ou grupo de pessoas (presencialmente ou através das redes sociais) é importante se posicionar como uma referência em relação ao conteúdo que gera e aos produtos que vende. Dessa forma, o seu público irá lembrar de você quando estiver decidido a comprar.

Existem várias formas de criar e fortalecer a sua imagem pessoal, e uma delas é pensando em seus pontos fortes. Tente lembrar daquelas características suas que lhe destacam e pelas quais você é lembrado, e trazer esses elementos nas suas ações de social media, stories, publicações e até mesmo no seu contato com clientes.

Como criar uma marca pessoal que ajuda nas vendas

A sua marca pessoal ajuda nas vendas te transformando em referência no seu segmento. Um exemplo desse fenômeno são os influencers digitais, cujas ações de branding pessoal ao longo do tempo acaba por transformá-los em verdadeiros propagadores de valores, atitudes, tendências e até mesmo orientam a opinião de seu público a respeito do que comprar e do que não comprar.

Claro que, se tratando de vendas de moda atacado, você não precisa se transformar em influencer digital profissional, mas vale muito a pena entender quais estratégias funcionam ao se comunicar com seu público e adotar ações semelhantes na prática.

Como criar uma marca pessoal na prática

Agora que você já entendeu o linguajar técnico de marketing por trás da ideia de branding podemos explorar como aplicar esses conceitos na prática, e impulsionar desde já as suas vendas.

Ter uma marca pessoal para comunicar-se com o mercado de forma profissional é importante tanto para donos de marcas de moda quanto os vendedores, pois aproxima os clientes do cotidiano da marca, criando uma afinidade e uma conexão maior. Isso é válido para ajudar no branding da marca, com o engajamento das redes sociais e ainda com o aumento das vendas.

Essa visibilidade atrai os clientes para perto, e transforma cada interação nas redes sociais em uma oportunidade de negócios. Para os donos da marca, isso é bacana pois humaniza o negócio, e para vendedores, isso ajuda o mercado a vê-los como profissionais importantes do seu segmento, passando a associá-lo ao produto que vende, e a forma como se apresenta.

O perfil dos vendedores online de sucesso

Antes de mais nada, precisamos entender quais são as características dos melhores vendedores online, e entender quais são os principais pontos que precisam ser desenvolvidos. Os melhores vendedores online:

  • Têm uma ótima comunicação escrita, falada e em vídeo;
  • Usam as redes sociais a seu favor para impulsionar as vendas;
  • Está sempre se atualizando sobre as melhores ferramentas de vendas do mercado e sabe como utilizá-las;
  • É organizado;
  • Tem conhecimento completo sobre os produtos da sua marca e pode ter um atendimento consultivo sobre o assunto.
  • Está por dentro das principais tendências de moda do mercado, sabe fazer combinações interessantes com as peças, e usa a coleção da marca a seu favor.

Esses pontos-chave não ajudam somente a construir uma boa marca online, mas também a ser um vendedor melhor qualificado e pronto para se destacar no mercado.

Mergulhando além disso, também existem outros fatores que devem ser construídos com clareza na sua marca pessoal:

Propósito

Qual é a sua razão de existir dentro do contexto da sua marca pessoal? Ou seja, qual é o motivo de você estar buscando se conectar com aquele público?

Quando falamos de vendedores de moda atacado, o propósito é bastante simples: 

“Ser autoridade na marca de moda que represento, e me transformar em uma referência no meu segmento, para o meu público (revendedores e clientes).”

Apresentação

Tendo o seu propósito bem definido, partimos agora para a nossa apresentação.

  • Como é que você se apresenta para o seu público?
  • Como as pessoas definiriam a sua personalidade?
  • Como é possível usar isso a seu favor no contato com o seu público-alvo?

Ter essas reflexão de auto-conhecimento, além do conhecimento dos valores da empresa em que trabalha ajudam na hora de entender as melhores formas de se comunicar com os seus clientes.

Algumas marcas adotam uma comunicação mais lúdica, leve, divertida e que se conecta aos clientes com o bom humor. Por esse motivo os vendedores acabam usando uma comunicação mais informal, aplicando emojis no atendimento ao cliente e usando uma linguagem mais despojada.

Outras marcas são conhecidas por sua sobriedade e seriedade, e nesses casos os vendedores se posicionam com abordagens mais formais e mantém uma postura vista como respeitosa, mas próxima.

Dentro do contexto da marca que você está representando, é importante saber como a sua personalidade pode ser usada para melhorar o contato com os clientes que você deseja alcançar.

Público

Tendo um bom conhecimento de quem é você dentro do seu contexto profissional, e sabendo com clareza o que se deseja comunicar, entramos agora na questão de compreender com quem se está falando, ou seja: definir o seu público-alvo.

Nesse artigo, a Vesti entra em detalhes sobre como as marcas de moda podem definir o seu público-alvo, e muito do que tratamos nesse texto se conecta a essa estratégia. Porém, vale deixar a reflexão:

  • O cliente do vendedor de moda é principalmente o lojista e revendedor de moda de um determinado nicho.

Por isso é interessante definir com bastante clareza quem deseja alcançar com as suas ações. Uma camisaria de moda masculina irá vender a lojas de roupa masculina, enquanto que fabricantes de moda plus size feminina irão alcançar tanto lojas plus size, quanto lojas de vestuário femininas que trabalham com essa grade de tamanhos.

Redes sociais

Partindo para as redes sociais, é muito importante saber utilizar essas ferramentas para transmitir com clareza ao seu público o que a marca oferece, comunicando bem todos os pontos abordados anteriormente.

Ao utilizar as redes sociais, é importante ter uma boa apresentação, com uma logo bem definida, fotos que mostram a marca com clareza. e uma comunicação que faça sentido para o público para que se deseja vender.

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Confira outros posts do Blog

VESTI LOCAÇÃO E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SOFTWARE LTDA © 2022 

Fortalecendo Empreendedores e Empresas de Moda